quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Mais perto de casa


Era meia-noite no horário do Brasil – na Argentina não tem horário de verão – quando Fernando Baumann e Luiz Matos cruzaram a fronteira brasileira. Os dois começaram na manhã desta quarta-feira a pedalar em direção a Porto Alegre, cada vez mais perto de casa. Luiz, que saiu de Balneário Camboriú dizendo que pretendia fazer alguns trechos, tem pedalado direto ao lado do amigo, demonstrando muito fôlego. 

O mais difícil foi driblar os pernilongos na noite desta quarta-feira, no posto onde a dupla realizou o pit-stop. Era tanto mosquito que, para dormir, foi preciso ligar o carro e colocar o ar-condicionado em 23 graus. Mesmo assim, teve mosquito que não se importou com as baixas temperaturas. Sorte que ninguém vai precisar fazer transfusão de sangue.


4 comentários:

  1. Grandes ciclistas, e o Luiz fazendo média que não iria pedalar muito ao lado do parceiro Fernando. Ele só tem uns míseros 150.000 km por baixo no lombo. Quase não possui experiência, tadinho, mas a torcida é grande para que ele percorra todo o trajeto e se consagre como um ciclista a ser superado junto com o Fernando nas distâncias quase impossíveis de se bater. Um abraço! e ótimo pedal até aqui.

    ResponderExcluir
  2. Grandes ciclistas percorrendo grandes distancias, é assim o desafio de Luiz e Fernando.Força parceiros pois estamos esperando-os para novas historias de pedal.Estamos na torcida.

    ResponderExcluir